Este estudo foi coordenado pelo Observatório Social e desenvolvido em parceria com o Departamento de Estudos Sócio-Econômicos e Políticos da Central Única dos Trabalhadores, Desep/CUT.

Este documento sintetiza os estudos iniciais que o Observatório Social realizou sobre as atividades de seis empresas de capital alemão e holandês no Brasil.

Este estudo, em particular, é dedicado especialmente à atuação de dois grupos na cadeia do alumínio no Brasil, a saber, ALCOA e ALCAN, e ao mapeamento preliminar da estruturação sindical nas suas principais unidades de produção no Brasil.

O objetivo principal dessa pesquisa é avaliar as práticas das referidas empresas no tocante aos direitos fundamentais do trabalho, tendo como referência as Convenções da Organização Internacional do Trabalho (OIT)

Este documento apresenta os resultados da pesquisa sobre o comportamento sociotrabalhista da Raízen em duas unidades de cultivo de cana-de-açúcar voltado para a produção de etanol e açúcar: a unidade Raízen Ibaté (Fazenda Da Serra, Usina Da Serra) e a unidade Raízen Ipaussu (Fazenda Santa Rosa, Usina Ipaussu), localizadas no Estado de São Paulo.

Este documento é um relatório do projeto Monitor de Empresas que analisou a atuação e desempenho da empresa Unilever na Coreia do Sul

O comportamento sociotrabalhista da Raízen na colheita da cana-de-açúcar nas Fazendas: Da Serra, Unidade Ibaté/SP, Usina da Serra e Santa Rosa, Unidade Ipaussu/SP, Usina Ipaussu

Este estudo a apresenta informações socioeconômicas e trabalhistas que devem subsidiar as discussões da Ação Regional da Central Única dos Trabalhadores na Região Centro-Oeste.

Este informe es una síntesis de las investigaciones que analizan las condiciones de Trabajo Decente (TD) en la empresa Siemens en siete países de América Latina: Argentina, Brasil, Chile, Colombia, México, Perú y Uruguay. Las investigaciones fueron desarrolladas por la Red Latinoamericana de Investigación de Empresas Multinacionales (RedLat).

Este documento apresenta os resultados da pesquisa realizada pelo Instituto Observatório Social (IOS) no período de março a junho de 2013, em segunda fase de estudo sobre o comportamento sociotrabalhista da Alcoa.

Páginas